Quero correr por onde começar? 5 benefícios que a corrida pode te proporcionar.

Sabemos na teoria que correr faz bem para saúde, que com a corrida ele te traz diversos benefícios para sua mente e para seu corpo. Então nesse artigo quero trazer este exercício físico, ele foi pensado em como a corrida pode ajudar no seu desenvolvimento pessoal e melhorias para o seu dia-a-dia.

A corrida ajuda a prevenir infartos, melhora a respiração, ajuda no fortalecimento dos ossos, ajuda também na depressão, pois mexe com serotonina um neurotransmissor, perda de peso se a pessoa estiver com alguns quilinhos a mais. Diminui o estresse e claro mexe com várias musculaturas e dentre outras coisas.

Quando você consegue criar esse hábito de correr, sabia que pode exercitar e melhorar muitas coisas ao mesmo?

Vai exercitar a sua respiração, seu corpo, sua postura, sua mente, até a forma como você movimenta seus braços, são tantos fatores juntos que te ajuda a ter mais concentração naquilo que está desenvolvendo.

Nesse artigo, gostaria de trazer a minha opinião pessoal sobre a corrida, algo que eu vivencio diariamente que me ajudou a se tornar outra pessoa e fã das corridinhas.

Começando no novo hábito.

No entanto, para você criar esse hábito de corrida é precisa dedicação, disciplina em querer fazer acontecer, até porque o nosso cérebro demora a se adaptar em novas rotinas. Mas depois vale muito a pena, simplesmente você não vai conseguir mais parar de correr seu corpo vai pedir sempre aquele exercício físico.

A minha experiência com a corrida foi um tanto peculiar, tinha acabado de entrar em home office na empresa, e ali achei uma brecha para fazer algo fora da rotina em meu horário de almoço, como tem um parque aqui próximo de casa cerca de 10 minutos de caminhada, resolvi ir e testar pra ver como funciona.

Meu primeiro dia foi um desastre, não consegui correr nem 5 minutos, achei que as corridas não eram tão difíceis assim, afinal é só correr e dar uma pequena volta em um parque pequeno aqui da região.

Mas mesmo assim não desisti, continuei indo, todos os dias tirava 1h do meu horário de almoço e ia correr 30 minutos, até meu corpo começar a entender que aquilo era importante.

E por qual motivo você deveria correr pelo menos 30 minutos?

Vou separar aqui em alguns tópicos – coisas importantes que eu adquiri correndo, e que pode te ajudar também.

  • Concentração e foco
  • Estar presente de corpo e alma no hoje
  • Manter a calma e o controle na respiração
  • Estabelecer metas
  • Ter a sua mente conectada na hora das corridas
  • Sentir seu corpo e a sua mente
  • Oxigenar o cérebro para novas ideias

Parece meio estranho tudo isso que eu falei, que a corrida me trouxe diversos ensinamentos, mas sim correr me trouxe todos esses tópicos listados, irei detalhar um a um pois foram lições que me ajudaram e pode te ajudar no seu dia-a-dia em sua rotina.

Concentração e foco

Se tem uma coisa que as corridas me ajudaram foi nisso, a concentração e o foco, demorou um pouco para desenvolver essa parte em mim, mas me ajudou a selecionar diversas coisas que tirava meu foco e tirar do meu caminho.

Eu era uma pessoa que focava em 10 coisas ao mesmo tempo, tinha que fazer tudo simultaneamente mas no final nunca fazia nada, era aquela pessoa “falsa ocupada”.

O que a corrida ajudou e ajuda neste aspecto? Quando você realmente está correndo, precisa de foco naquilo que está em movimento.

Foco nos pés para correr, nas suas pernas, foco na sua respiração, foco principalmente na sua mente – se você perder o foco e acabar se deixar levar pelo estresse, ou preocupado com os problemas do dia-a-dia isso vai interferir muito na corrida deixando ela pesada e cansativa.

Quem na verdade conduz também as suas corridas, é a sua mente se ela tiver leve as coisas vão fluir melhor.

A corrida ajuda a desenvolver essas habilidades – se concentrar na sua respiração. Perdendo o controle da respiração, isso te faz parar algumas vezes. A respiração controlada auxilia para que a sua corrida tenha mais constância.

É preciso dessa concentração e foco, para fazer uma corrida bem-feita, uma corrida leve, que não deixa você cansado e pesado, mas sim satisfeita por ter conseguido correr pelo menos 30 minutinhos.

Quando eu consegui desenvolver o foco, e a concentração isso levei para algumas áreas da minha vida. Quantas vezes nós queremos realizar várias tarefas diferentes na mesma hora? E acaba sendo até exaustivo e não concluindo nada.

Entretanto, as coisas precisam de foco, concentração e um passo de cada vez para não falta o ar e no final você não realizar nada. É Melhor fazer apenas uma coisa bem feito do que 10 pela metade né. E a corrida é a mesma coisa, melhor correr 30 minutos bem feito do que tentar correr 1h e depois sair lesionado, exercitar passinhos. E isso é uma lição para vida.

Estar presente de corpo e alma.

Uma coisa que também me ajudou quando comecei a criar esse hábito de correr, foi estar presente de corpo e alma, parece meio profundo isso e bobo talvez – mais faz toda a diferença quando você prática esse detalhe.

Já fiz diversos testes quando percebo que não estou presente, meu corpo fica muito mais pesado, a mente também. A corrida é lei da gravidade quanto mais leve estiver mais fácil será.

Muitas vezes eu fui correr com pensamento longe estava em todo lugar menos lá na corrida, acabava as corridas eu pensava: – “Nossa consegui correr só 25 minutos e não foi nada produtivo”.

Você consegue sentir quando é produtivo ou não. A questão não é de não pensar nas coisas ser um robô, nem tem como é bom correr e pensar na vida, refletir sobre suas coisas, ter novas ideias. Porém a questão é misturar diversos sentimentos no momento que você precisa relaxar.

Um exemplo disso seria – sabe aqueles sentimentos que pesam muito no seu psicológico? Então esses que são tóxicos deixa bem longe das suas corridas, quando for correr faça um trato consigo mesmo de que vai praticar bons pensamentos, e esvaziar a mente.

Quando eu vou correr, criei um hábito de meditar ao mesmo tempo, tento ao máximo trazer a leveza para meu consciente e deixar meu corpo ser levado.

E só para deixar claro não era assim no começo, falhei várias vezes até conseguir ir entendendo o que prejudicava as minhas corridas.

Quando você está ali de corpo e alma, parece que as coisas fluem, quando perceber conseguiu bater a meta de 30 minutos de corrida tranquilamente.

Esteja presente de corpo e alma só por 30 minutos, começa devagar esse exercício, você vai ver a diferença que isso vai fazer na sua vida. Exercitando todos os dias ou de 3 a 4x na semana, vai se tornar automático na sua rotina. Irá ficar mais consciente em sua vida.

Mantenha a calma e o controle da sua respiração

É preciso manter a calma, até mesmo na corrida isso é preciso. Principalmente no começo que o corpo ainda não está condicionado, não tem ainda aquele costume, está começando a sair da zona de conforto. É preciso ter paciência para o cérebro acostumar, correr uns 20 minutos, 30 minutos para ir adaptando o corpo

Para manter o controle na corrida, o controle da respiração uma técnica que é muito boa da respiração é inspira e expira isso mesmo correndo, nesses momentos que o corpo começa a perder o controle, que o cérebro começa a querer parar é importante fazer esse exercício de respiração para continuar correndo.

Já fiz diversos testes de respiração, e quando estou no controle consigo até ter um ritmo mais rápido, e concluir o que eu havia estabelecido como meta. E o importante nisso também é ter a constância. Correu 1 semana seguida e depois ficar 1 mês sem correr vai perder todo o ritmo.

Essa técnica da respiração parece algo bobo, que também é uma das coisas maravilhosas que a meditação ensina. Mas eu pudi perceber a importância da respiração, do exercício físico no geral quando você passa por um momento de mais estresse da sua vida, e que é preciso manter a calma – é nessas horas que você percebi o impacto que a corrida ou qualquer outro tipo de exercício faz na sua vida. 

Existe diversas técnicas para manter a respiração controlada na hora da corrida, o pessoal da corrida perfeita ajuda muito nesse processo. Assista o vídeo deles abaixo e veja a importância do controle da respiração.

Estabeleça metas

No começo quando eu corria eu simplesmente corria por correr, sem estabelecer algumas metas que eu queria.Tudo bem que no começo o importante é ir. Mas até nas corridas as metas são fundamentais.

E por qual motivo são importantes essas metas?  Essas pequenas “metas” no decorrer de uma corrida é importante para se ter um norte. Ainda mais quando é iniciante, não ter muita noção de quanto km para percorrer, ou minutos, acaba fazendo um esforço maior que não é o adequado.

Por exemplo, um iniciante estabelecer uma meta de 7km em 1h, ou 5km em 2h sendo que não consegue percorrer nem 7 minutos sem parar. Parece pouco 7 minutos mas acredite não é. Correr envolve muitas coisas ao mesmo tempo, inclusive como eu falei o controle da respiração.

Quando comecei a aplicar as técnicas do pessoal da corrida perfeita, eles têm uma metodologia deles que ensina de uma maneira correta as técnicas para evoluir correndo. Eles ensinam desde posturas na hora da corrida, fortalecimentos, técnicas de respiração, ritmos e várias outras coisas.

E claro as metas, estabelecer metas ajuda no desenvolvimento para cumpri-las. Então se você é iniciante, coloque metas pequenas como:

– Correr 7 minutos sem parar e um ritmo mais devarga.

– Dê uma pausa, e caminhe sem parar por 5 minutos

– 8 Minutos sem parar em um ritmo mais rápido do anterior

– 5 Minutos de caminhada para descanso.

E assim você vai aumentando seu ritmo até ir conseguindo correr 30 minutos sem parar, 1h sem parar, 7km sem parar e assim sucessivamente.

Com as metas você consegue visualizar seu ritmo, e a sua evolução.

Esse processo de estabelecer essas metas dentro da corrida levei para minha vida. Caminhar por caminhar não faz sentido, tenha claro o seu objetivo o que quer melhorar, como vai se desenvolver no decorrer do seu exercício físico. Já dizia o gato da Alice do País das maravilhas “quando você não sabe o caminho qualquer um vai servir. ”

É até importante anotar no papel, bloco de notas ou até mesmo criar uma planilha de evoluções e pequenos treinos que será feito no decorrer da semana. 

Alcance uma meta de cada vez, quando alcançar uma, passe para outra e tente até conseguir. E não desista porque até isso a corrida nos ensina a não desistir.

Tenha a sua mente conectada na hora das corridas.

Quando estamos em movimento o nosso cérebro no começo tende a querer parar antes do que você havia planejado, contudo nessas horas é preciso estar com a mente ativa e conectada ali no exercício, assim você vai conseguir distinguir se é o cansaço e está realmente na hora de parar. Ou se é apenas o seu cérebro com preguiça, querendo parar.

É importante entender a diferença dos dois, senão seu corpo sempre vai querer parar quando estiver “cansado” e muitas das vezes é apenas um falso “cansaço” por falta de hábito mesmo. Então o mais legal da corrida é isso, você começa a ter esse conhecimento do seu corpo, conhecer as suas limitações e saber a hora de continuar e a hora de parar.

Quando comecei a levar esse exercício para minha vida pessoal de estar com a mente conectada no que estou fazendo, sem distrações e saber o que realmente é preciso fazer no sentido – estou cansada mesmo? Ou apenas quero procrastinar? É preciso estar atento a esses detalhes.

Às vezes não da mais mesmo, é preciso parar um pouco, até mesmo descansar (principalmente quando está muito calor) o ar fica bem mais seco. O pulmão seca muito rápido e o cansaço é maior principalmente para os iniciantes.

E se você estiver cansado, sentindo alguma musculatura, joelho, respiração fraca pare. Você não precisa competir com ninguém ou provar nada para ninguém, faça as corridas para você. Assim você se sentirá mais feliz e motivado.

E por isso é importante estar presente na corrida você vai conseguir sentir a sua mente, sentir o seu corpo por completo. E se não dá para continuar vai embora e continue no outro dia. A corrida é sobre desenvolvimento, melhoras para a sua saúde, para sua mente não é sobre se tornar o Usain Bolt em 1 dia rsrs.

Quando aprendi isso de verdade, passei a entender e a sentir meu corpo e a minha mente, eu passei a respeitar meus limites na minha vida pessoal e profissional também. Quantas vezes precisamos descansar e continuamos? Seu corpo e a sua mente está sinalizando para você que não dá e somos teimosos e continuamos.

Simplesmente passei a levar as lições para minha vida e muita coisa foi mudando para melhor. E que sim existe um limite em tudo em nossas vidas. Na corrida por exemplo quanto mais você forçar pode desencadear uma lesão.

Oxigenar o cérebro para novas ideias

No começo não conseguia nem raciocinar, estava tão presa naquele problema ou algo que não conseguia entender. Foi aí que eu pensei: – quer saber de uma coisa? Vou colocar meu tênis e vou correr, ou apenas caminhar um pouco.

E o bom de você sair um pouco ali do seu ambiente é que você consegue oxigenar melhor seu cérebro, respirar um ar, ajuda para manter o equilíbrio e voltar para casa com o pensamento mais limpo para pensar.

Muitas e muitas vezes fui correr, quando voltei estava bem mais leve e as coisas deram certo. Simples assim eu só precisava respirar dar uma pausa para o cérebro oxigenar para vir novas ideias. Correr ou apenas caminhar ajuda justamente nisso no estresse, sai um pouco destraia a sua mente, calme seus sentimentos. E assim quando voltar estará com a mente mais “tranquila”.

E por fim…

Pois bem, esses foram alguns ensinamentos que eu tive correndo 1 ano, ainda sou novato na corrida (amadora), mas essa trajetória eu desenvolvi tantas habilidades que eu jamais pensei que iria conseguir. Uma coisa que eu precisava muito melhorar era ter mais foco e se concentrar melhor nas coisas – uma coisa de cada vez.

Se você precisa ter uma rotina e fazer algo novo, então recomendo de coração simplesmente vai. Veja os melhores dias para você, para iniciante o ideal é pelo menos 3x na semana ou 4 para ir condicionando seu cérebro e seu corpo.

Comece com 30 minutos de caminhada no começo, nem que fique 1 mês apenas nas caminhadas até seu corpo entender que aquilo faz bem, depois vai correndo devagarzinho com as metas – coloque 3x na semana para não ficar um intervalo tão grande e o corpo desacostumar.

Quando isso se tornar um hábito da sua rotina, não vai mais conseguir parar – pode ter certeza seu corpo vai pedir automaticamente. Exercício físico no geral faz bem para saúde, para nossa mente e independente de qual for a sua escolha continue e não desista.

Fazer exercícios físico mexe também com as nossas emoções – com a autoconfiança, autoestima, te ajuda a sair da zona de conforto. No começo é difícil mas depois vai melhorando o corpo acostuma.

E aí curti fazer exercícios físicos para desenvolvimento pessoal também?

Leia mais artigos...

Uma musiquinha para semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on pinterest
Share on linkedin
Mikaella Narriman

Mikaella Narriman

Esse blog é escrito com muito amor pela Mikaella Narriman, uma garota amante de escrita, e fascinada por Histórias - Colecionadora de Histórias de pessoas que conhece aleatóriamente por ai.
Ama escrever cartas para pessoas se sentirem especiais, espalhar amor e a sua flor favorita é Rosa branca.
Tem um amor verdadeiro desde pequenininha por praias e coleciona conchas. Sonha ainda velejar por mares abertos e é com certeza uma é geminiana!